Você Comete Algum desses 10 Erros ao Desenhar?

10 Erros ao Desenhar

Erros ao desenhar são comuns, especialmente quando estamos no início da trilha, aprendendo algo novo.




Você conhecerá 10 erros super comuns que impedem artistas iniciantes de aproveitarem todo o seu potencial artístico.

Além de comentar cada erro, também vou dar dicas para você evitar cada um deles.

Será que você comete algum?

1. Usar Lápis com Mina de Grafite Muito Dura

Se você ainda não sabe, a mina do lápis é aquela vareta de grafite que fica no interior do lápis protegida pelas peças de madeira. Para ser mais correto, ela é criada com uma mistura basicamente feita de grafite e de argila. E dizer que um lápis é mais duro significa falar que sua mina possui mais argila do que grafite (graduação “H”, do inglês hard = duro).

O lápis escolar é desse tipo mais duro.

Dá para desenhar com ele?

Sim, mas…

Ele depositará menos grafite no papel, deixando o traço em um tom de cinza mais claro. Também poderá marcar mais que o necessário seu papel se você pressioná-lo um pouco mais.

Portanto use lápis mais duros apenas quando criar o esboço do seu desenho. Uma boa opção é o de graduação “2H”, ou “H”. Nessa fase, você não precisará mesmo fazer traços mais fortes, mais escuros.

Nem deve!

Interessará a você apenas criar leves contornos do assunto a ser desenhado.

Na próxima etapa, você usará os conceitos de luz e de sombra para dar mais vida ao desenho. Você precisará de lápis com mina mais macia. Como possuem mais grafite do que argila, depositam mais grafite no papel, apresentando tons de cinza que se aproximam mais do preto. Eles são de graduações “B”, do inglês black = preto.

Costumo usar um “2B” ou um “4B”, mas um da graduação “B” também é uma boa opção. Você vai adorar o resultado.

2. Não Respeitar as Proporções ao Representar uma Figura

Não vou dizer a você que a noção de proporção é algo que vem naturalmente. Requer estudo de conceitos, mas muito de execução, de prática.

No início, os olhos podem parecer maiores que o normal e bem diferentes um do outro. O rosto, também, pode parecer mais largo que deveria, o nariz menor, a orelha mais baixa que o normal.

Nas caricaturas, por exemplo, exagerar uma característica ou outra do rosto é absolutamente normal. Mas faz parte de um processo consciente. Você quis fazer. Para os desenhistas novatos, dominar o conceito de proporção é fundamental. Faz parte das bases teóricas para desenhos bem executados.

3. Usar Linhas Fortes para Desenhar Fios de Cabelo e Hastes de Grama

Desenhar cabelo não significa traçar cada fio, assim como representar grama não requer traçar cada haste. O resultado não agradará porque criará um emaranhado de linhas. O ideal é criar alguns fios de cabelo ou hastes da grama ou do capim como base. Em seguida, você passa a criar profundidade ao desenho sombreando alguns pontos e preservando áreas de luz.

4. Não Atentar para os Detalhes de Mãos e de Pés

Mãos e pés são parte de muitos erros ao desenhar. Isso porque, convenhamos, não são as áreas do corpo mais fáceis de representar.




Invista tempo aprendendo a desenhar principalmente suas extremidades (dedos), atentando para a variedade de tamanhos e formas das mãos e dos pés de pessoa para pessoa.

5. Ignorar o Fundo

Outro erro ao desenhar é investir tempo representando o assunto, o que será retratado, e esquecer-se do cenário. Lembre-se da importância do plano de fundo. Sem ele, o assunto ficará isolado, flutuando no papel, sem o contexto adequado.

6. Limitar-se

Se você escolheu aprender a desenhar, preciso lhe dizer que faz parte da jornada assumir riscos. Trabalhe com todo tipo de material que for possível. Esteja aberto a aprender novas técnicas. Também não se limite a um determinado conjunto de assuntos.

Se você gosta de desenhar figura humana, experimente exercitar seu traço desenhando paisagens, cenários, animais.

Por que se prender a um estilo particular de desenho?

Abra a sua mente e experimente passear pelos vários estilos até descobrir qual combina mais com você e depois invista mais tempo para desenvolver o seu potencial na área que você escolheu.

7. Tentar Imitar Outros Artistas

A arte é subjetiva. Cada um representará seu mundo de acordo com suas experiências de vida. No início, você até pode entrar no mundo de artistas que o inspiram. Mas não se prenda a eles, assim você será um mero imitador.

Aprenda com cada um deles e incorpore o que achar positivo ao seu estilo. Descarte o que não tem nada a ver com você.

8. Ser Perfeccionista

Cada escritor tem ouvido “não edite enquanto escreve.” O mesmo vale para o desenho – não desenhe apagando cada detalhe que considerar errado.

Você cometerá erros ao desenhar nas primeiras vezes, claro. Mas cultive o hábito de criar seu esboço do início ao fim esquecendo-se da borracha.

Com a prática, você vai pegando o jeito e descobrirá os melhores caminhos a seguir…

E a melhor hora de usar a borracha 😉

9. Manter seus Desenhos Guardados para si Mesmo

Desenhistas novatos tendem a ficar com medo de mostrarem seus desenhos para outros artistas mais experientes. Acontece até de guardarem na gaveta para que até seus amigos não os vejam.

Costumam achar que não estão bons o suficiente. Saiba que sempre haverá o que melhorar em um desenho. Se você não der a chance de outras pessoas verem e avaliarem seu trabalho, perderá a chance de melhorá-lo.

Aceite críticas. Elas melhorarão não só seus desenhos, mas você próprio. Humildade é fundamental. Quem diz saber tudo não encontrará alguém disposto a ajudar com críticas construtivas. Pense nisso!

10. Dar muita Atenção a Artigos como Este

Arte é subjetiva – basta pedir a alguém para defini-la e você comprovará o que estou dizendo! As regras são uma base, mas não são fixas.

Sabe por quê?

Porque o coração tem um papel representativo na hora de desenhar. Deixe suas emoções fluírem e preencherem o papel com seu instrumento de trabalho (lápis, caneta, marcador etc.).

 

Espero que você fique atento a esses 10 erros ao desenhar de forma a evitá-los. Em um desenho, cada detalhe importa muito, faz a diferença entre uma arte “mais ou menos” e “aquela” arte.

E se você está nos primeiros traços e pensa que seus próximos meses podem ser de pura evolução no desenho seguindo um excelente método de aprendizagem, recomendo fortemente que visite este link.

Quero ver você no topo, artista!

Sobre Ângelo Castro

Criou o Trilhas da Arte para contar ao mundo inteiro que qualquer pessoa pode aprender arte. Tornou-se desenhista aos 40, sem ter nenhum dom, acreditando no conhecimento e na persistência.

Visite meu Site
Ver todos os Artigos
Ângelo Castro
Ângelo Castro
Criou o Trilhas da Arte para contar ao mundo inteiro que qualquer pessoa pode aprender arte. Tornou-se desenhista aos 40, sem ter nenhum dom, acreditando no conhecimento e na persistência.

Pin It on Pinterest

Quer aperfeiçoar seu traço?

   

Receba no seu e-mail dicas e truques grátis sobre desenho

//]]>