#Trilhas Entrevista a Artista Luana Silva, Especialista em Desenhos Realistas Coloridos

Criar desenhos realistas coloridos é um sonho de muitos iniciantes. Eles causam surpresa, espanto, fazem nossos olhos brilharem e chegam a dar um nó no nosso cérebro.

Não é por menos: são quase fotografias, então nada mais natural que o assunto desperte tanta curiosidade e gere tantas dúvidas tanto de iniciantes como de desenhistas mais experientes.

Como alguém pode criar desenhos coloridos tão realistas? Como chegar a esse nível de realismo e até de hiper realismo no desenho colorido? Como um artista consegue superar-se a cada dia? O que o motiva? Quais são os seus sonhos?

O convite que fiz à artista Luana Silva para participar deste bate-papo foi aceito de imediato, pelo que lhe agradeço muito. Ela contará um pouco sobre o caminho que vem trilhando no universo dos desenhos realistas coloridos.

Ela tem apenas 19 anos de idade, é da cidade de Santo André-SP, e sua simpatia é um traço tão característico quanto a grandeza dos seus desenhos.

Quis trazer para você uma entrevista diferente, contando com a participação dos seguidores tanto da página da Trilhas da Arte como da Luuh Drawings, ambas no Facebook. Escolhemos algumas perguntas deles para a Luana responder.

Vamos começar por elas?

Fica com a gente até o final da entrevista porque você vai aprender muito com a Luana e também com o que vou lhe contar depois para você que deseja saber como aprimorar seus desenhos realistas coloridos.

Digo Tenório Souza: Como utilizar as cores dos lápis para um certo desenho sem que ele fique fosco. O que utilizar para que a pele fique realista, lisa? Será que tem a ver com lado da folha?

Luana: Misturando os lápis e passando bastante lápis branco por cima para misturar bem e tirar a marca do lápis no papel. Para fazer a pele, é só misturar as cores rosa claro com um pouco de bege. No sombreamento, laranja com um pouco de marrom. Dependendo do tom da pele, você pode misturar o rosa pele com um pouco de prata. E para colorir tem o lado certo da folha, sim: o lado menos poroso, que facilita a mistura de cores!

Thiago Silvano: Você acha que o material usado influencia o resultado do trabalho? Se sim, como?

Luana: Depende muito do material, alguns influenciam sim, mas não vejo necessidade de usar materiais caríssimos também! (Na minha opinião).

Jhonatas Santana: Luh, você tem alguma inspiração que motiva você? E tem algum artista favorito? E como você vê o mercado de trabalho na área de desenho?

Luana: Tenho sim, me inspiro em vários artistas, por exemplo o Charles Laveso, Samuel Saito, Heather Rooney e por aí vai…
Eu acho o mercado de trabalho na área de desenho um pouco difícil, pois infelizmente algumas pessoas não valorizam seu trabalho. Aquela situação que todo desenhista enfrenta, que é a de acharem que você tem de desenhar de graça. Você precisa encontrar o público certo para isso e saber divulgar bem para poder ganhar seus clientes!

Rariks Santos: Você usa lápis pastel seco?

Luana: Não. Uso apenas lápis de cor comum.

Jonata Batista: Minha dúvida foi sempre na hora de fazer o cabelo, tanto preto e branco como colorido. Gostaria de saber se você tem algumas dicas.

Luana: Você usar uma caneta borracha será o essencial! O que eu faço nos meus é pintar normalmente o cabelo todo (de leve) com a cor desejada e fazer os fios por cima com uma cor mais escura, com o lápis bem apontado para que o traço saia bem fino, fazendo no formato do cabelo e usando a caneta borracha para destacar alguns fios (copiando da referência).

Biel Zavarezzi: Quais materiais você usa para desenhar?

Luana: Para os meus desenhos realistas coloridos, uso papel Canson, lápis das marcas Faber-Castell, Maped e, de vez em quando, o Staedtler (costumo misturar todos no desenho), caneta borracha e uma caneta preta (quando faço um sombreado bem escuro para destacar).

Júlia Nunes de Castro: Quanto tempo leva pra você fazer um desenho?

Luana: Varia muito de desenho para desenho, normalmente eu consigo fazer um entre 5 a 15 dias, depende do nível de dificuldade e também acabo demorando um pouco mais quando tento fazer vários desenhos realistas dentro de um prazo.

Auricélio Damasceno: Existe o desenho realista, mas como deixar o desenho realista subir de nível para o hiper realista? O que devemos treinar especificamente?

Luana: Treinar bastante cores, sombreamento e luz, saber interpretar as cores que estão na referência e tentar reproduzir o mais parecido possível no seu desenho.

Edson Ferreira: Quais os seus materiais e técnicas preferidas?

Luana: Materiais uso apenas o básico (Faber e Maped) e minha técnica predileta é o realismo colorido.

Desenhos realistas coloridos da Luana Silva
Conheça alguns dos desenhos realistas da Luana

Agora que você já respondeu a várias dúvidas dos nossos seguidores, quero também saber um pouco mais sobre seu trabalho.

Ângelo Castro (Trilhas da Arte): Luana, como foi seu início no desenho?

Luana: Eu gostei de desenhar desde criança, inclusive tenho até uma foto com dois anos desenhando (risos). Desenhar foi meu passatempo predileto, tanto em casa quanto com os amigos. Confesso que até na escola (risos). Sempre fui elogiada por todos, mesmo meus desenhos não sendo aquela coisa na época.

Já cheguei até a ganhar um concurso de desenho de Natal em segundo lugar na empresa em que meu pai trabalhava. Fiquei muito feliz na época e lembro que tinha menos de dez anos.

Ângelo Castro (Trilhas da Arte): Quais foram as principais dificuldades que você encontrou quando começou a desenhar?

Luana: A dificuldade que eu tive foi com algumas proporções. Por exemplo, desenhar um olho maior que o outro. Eu desenhava sem nenhuma técnica, até que comecei a usar a técnica do grid (os quadradinhos). Essa técnica me ajudou muito!

E também era difícil fazer cabelos e pelos. Usava apenas o lápis, deixando os fios meio grossos, sem o realismo que eu queria. Consegui melhorar bastante nesse aspecto usando também uma caneta borracha fina para fazer alguns fios por cima. E também recomendo que use um lápis bem apontado para isso.

A única coisa que eu tive bastante dificuldade recentemente foi desenhar um carro, a BMW série 7, por nunca ter desenhado um carro antes (risos). Foi difícil, mas gostei do resultado 😀

Ângelo Castro (Trilhas da Arte): Converso com muitas pessoas que amam desenhar, mas que não encontram apoio em suas famílias. No seu caso, sua família ajudou você a cultivar a paixão pelo desenho?

Luana: Apoiou, sim. Alguns também me ajudam na divulgação compartilhando alguns trabalhos meus.




Ângelo Castro (Trilhas da Arte): Quem inspirou você a desenhar? Algum artista na família?

Luana: Artista na família não tenho, mas a minha família acredita muito que eu puxei a um tio meu que sabe desenhar. Ele desenha bem, mas não trabalha com isso.

Ângelo Castro (Trilhas da Arte): E nos anos seguintes, os desenhos realistas coloridos ganharam que importância na sua vida?

Luana: Os anos foram se passando e essa vontade de desenhar foi crescendo cada mais, até que comecei a participar de grupos e curtir páginas de desenhos no Facebook. Isso me ajudou bastante e evoluir, principalmente com os desenhos realistas, porque comecei a me inspirar em outros artistas excelentes.

Ângelo Castro (Trilhas da Arte): Como se deu o seu processo de evolução? Você é uma artista autodidata ou buscou conhecimento por meio de cursos, livros etc.?

Luana: Autodidata! Só entrei em curso para aprender a criar personagens, melhorar na parte de anatomia mesmo.

Ângelo Castro – Trilhas da Arte: Você retratou alguns famosos e entregou seus desenhos realistas pessoalmente a eles. Como foi essa experiência para você e que frutos colheu dessa iniciativa?

Luana: Eu adorava desenhar personagens de filmes, desenhos e games, depois me aprofundei nos desenhos coloridos realistas, desenhando artistas famosos e tudo mais. Tive a oportunidade de entregar alguns desenhos para alguns famosos, tirar foto e ganhar divulgação.

Posso citar o João Gordo, os caras do Sepultura (Derrick e Andreas Kisser), o Youtuber Muca Muriçoca e por aí vai. Foi algo diferente e tive uma experiência muito legal.

Agora estou recebendo muitas encomendas.

Ângelo Castro (Trilhas da Arte): Como você tem conseguido seus clientes, no caso das encomendas? E além das encomendas, tem ganho dinheiro com seus desenhos realistas coloridos de outra forma?

Luana: Não, por enquanto, a única forma foi trabalhando com encomendas mesmo. Eu não estava muito inspirada em fazê-las. Apenas divulgava meus desenhos na internet. Um dia eu publiquei em grupos de animais um desenho que eu fiz de um cachorro, assim acabei recebendo muitas encomendas. Agora estou recebendo muitos pedidos para desenhar gatos e cachorros.

Ângelo Castro (Trilhas da Arte): Onde você costuma buscar imagens de referência para seus desenhos realistas quando não se tratam de encomendas?

Luana: A maioria dos meus desenhos antigos foi do Google, mas agora estou adorando usar o Pinterest.

Ângelo Castro – Trilhas da Arte: Você vai seguir nessa linha dos desenhos realistas coloridos ou seus planos incluem trabalhar com alguma outra técnica?

Luana: Logo, logo quero evoluir meus desenhos realistas para a tatuagem. Quero virar tatuadora também, com a intenção de passar estes desenhos coloridos da folha para a pele! 😀

Ângelo Castro (Trilhas da Arte): Você pretende fazer da arte a sua vida? Viver só da arte?

Luana: Sim, seria um sonho! A arte é um dom que tenho dentro de mim, então não posso desistir nunca! (risos)

Ângelo Castro (Trilhas da Arte): Se você pudesse dar apenas um conselho a quem está iniciando no desenho, qual seria?

Luana: Tenha paciência! Para aprender, levará um tempo e para isso precisa praticar bastante, e nada de fracassar no primeiro papel amassado.

Ângelo Castro (Trilhas da Arte): Acredita que uma pessoa que nasceu sem dom algum possa desenhar bem? Qualquer pessoa?

Luana: Acredito sim. Cada um tem o seu nível de dificuldade, mas é possível, sim, caso a pessoa tenha força de vontade.

Ângelo Castro (Trilhas da Arte): Hoje você tem 19 anos de idade. Quem é a Luana que você sonha ser daqui uns 15 anos?

Luana: Tatuadora de sucesso (risos) e muito sucesso com os desenhos também.

Ângelo Castro (Trilhas da Arte): Muitos desenhistas estão buscando o mercado da tatuagem, que é fantástico. Além de representar um novo desafio, é incrível saber que seu trabalho estará na pele de alguém para sempre.

Luana: Sim! Estou bem ansiosa para aprender e já começar um novo trabalho.

Ângelo Castro (Trilhas da Arte): Tem procurado aprender essa que será uma nova arte para você?

Luana: Sempre achei legal tatuagens, até que comecei a me inspirar também em algumas pessoas na internet, frequentando eventos sobre tatuagem. Sempre fui indecisa quanto à área que gostaria de atuar dentro do desenho. Sempre fui mudando, mas agora estou mais decidida para tatuagens mesmo.

Muita gente tem me apoiado, dizendo que vou me dar bem. Inclusive o João Gordo, que divulgou meu desenho no Instagram dele, me aconselhando a virar tatuadora (risos).

Ângelo Castro (Trilhas da Arte): Vi o post do João Gordo incentivando você a se tornar tatuadora. Você já teve a experiência de ser tatuada?

Luana: Sim. Por enquanto, só tenho uma simples, em volta do braço, e a dor é super tranquila (risos). É uma frase: “My life is my art. My art is my life” (Minha vida é minha arte. Minha arte é minha vida).

Ângelo Castro (Trilhas da Arte): Luana, quero falar da felicidade que foi descobrir você e sua arte na internet e agradecer por ter dado umas dicas bem interessantes, principalmente para quem quer aprender o desenho realista colorido e está na dúvida se deve ou não seguir essa trilha. Gratidão pela entrevista e muito sucesso na sua carreira.

Luana: Obrigada por estar aqui também e por ter sido convidada por você para participar dessa entrevista.

Espero que esse bate-papo com a Luana tenha sido proveitoso para você. Também que tenha despertado em você o desejo de aprimorar sua arte usando a técnica do desenho realista colorido. Você pode ter toda a certeza de que é possível também para você, mesmo que nunca tenha desenhado antes e usando materiais baratos e fáceis de encontrar no mercado.

Aprender desenho realista colorido requer força de vontade, treino, mas seguindo um método de estudo. E se você quer saber mais sobre como aprender as técnicas seguindo um método de ensino para estudar pela própria internet, sem sair de casa, mas tendo todo o acompanhamento necessário, clica aqui. Saiba como fazer seus desenhos coloridos tornarem-se realistas como os da Luana.

Comentários serão muito bem-vindos, então fique à vontade para deixar o seu aqui embaixo. Só não pode é ficar com dúvidas.

Sucesso sempre! Até a próxima.

Sobre Ângelo Castro

Criou o Trilhas da Arte para contar ao mundo inteiro que qualquer pessoa pode aprender arte. Tornou-se desenhista aos 40, sem ter nenhum dom, acreditando no conhecimento e na persistência.

Visite meu Site
Ver todos os Artigos
Ângelo Castro
Ângelo Castro
Criou o Trilhas da Arte para contar ao mundo inteiro que qualquer pessoa pode aprender arte. Tornou-se desenhista aos 40, sem ter nenhum dom, acreditando no conhecimento e na persistência.

Pin It on Pinterest

Quer aperfeiçoar seu traço?

   

Receba no seu e-mail dicas e truques grátis sobre desenho

//]]>